Arquivos da categoria: Olfativo

– Marketing Olfativo

Você já reparou que alguns cheiros que sentimos têm o poder de nos transportar em uma viagem pela memória? O de café quentinho com bolo traz acolhimento. O de rosas transmite sofisticação. O de carro novo é inconfundível.
E você já deve ter notado que algumas lojas têm um perfume tão marcante em seu ambiente que, quando estamos num shopping, rapidamente reconhecemos que ali existe um estabelecimento daquela grife. E você provavelmente já esteve em lugares que, embora perfumados, não são agradáveis de se ficar.
Marketing olfativo pode atuar de forma surpreendente em espaços variados, com objetivos diversos, como:
– em áreas comerciais, para comunicar a identidade de uma marca;
– em locais de atendimento, para interferir no aumento e na diminuição do tempo de permanência dos clientes;
– em consultórios médicos, para proporcionar tranquilidade aos pacientes;
– em espaços com potencial estressante, como call centers, para conferir maior tranquilidade a quem ali trabalha;
– em áreas e atividades que exigem mais concentração, como salas de estudo e departamentos contábeis;
– dentro de casa, para potencializar a vocação de cada cômodo: alegria na sala, repouso no quarto, higiene em toaletes, limpeza em áreas de serviços.

Sem título

 

Aromas Brasileiros: Os aromas típicos da terra onde tudo que planta, dá!

brasO Brasil, considerado por muitos como o pulmão do mundo, por conta de nossa vasta área verde é, sem dúvidas, um grande produtor de matérias primas da indústria de perfumes e cosméticos.

O que talvez você não saiba é que nossa terra esconde aromas das mais diferente espécies, com nomes estranhos e propriedades singulares.

Nesta edição relacionamos algumas destas fragrâncias para que você as conheça:

Murumuru: É um coco avermelhado, com um caroço envolvido em uma polpa amarela comestível e adocicada. É originária da região amazônica e cresce espontaneamente nas matas do Pará. É encontrado ao longo dos ros e em áreas inundadas, em formações florestais densas ou semiabertas. O óleo essencial estraído da semente do murumuru pode ser utilizado em diversos produtos cosméticos, como cremes hidratantes e condicionadores capilares. Sua função aromaterapeutica é a de calmaria e de baixar resistências.

Andiroba: É uma uma grande árvore típica da amazônia brasileira, principalmente na área do baixo Solimões. A árvore de andiroba tem inúmeras proporiedades terapêuticas. Se multiplica na região das águas e ajuda a formar a copa da floresta alagável do Amazonas. Suas flores produzem uma agradável fragrância, perfumando as alturas e atraindo os pássaros. As casas, folhas e o óleo da semente são usados pela medicina popular. Com propriedades emolientes é muito utilizado na fabricação de hidratantes corporais. Sua fragrância é inspirada na força e no vigor. Sua função aromaterapeutica é a de convidar e fidelizar pessoas.

Capim Limão: Matinho cheiroso encontrado em cada cantinho do Brasil. É também conhecido como capim-santo e chá de estrada, tem propriedades calmantes, que reduzem a ansiedade e o estresse.  É difícil pensar que alguém não conheça o capim limão, mas talvez poucos conheçam os segredos de sua história.

Difundido no período colonial, ele era plantado à beira das estradas recém abertas, para evitar a erosão da terra.

O capim limão perfuma as casas brasileiras, seja através de abafados caseiros, preparados para aromatizar ambientes e amenizar problemas respiratórias, ou através de banho aromáticos e sachês. Há também quem o utiulize em rituais de purificação e para afastar “mau-olhada”, com a queima de suas folhas.

Piprioca: É o principal ingrediente de um bom banho de cheiro. Seu óleo essencial é extraído da raiz, gerando uma pequena quantidade do líquido raro e de aroma único. Nativa da Amazônia, a priprioca é uma espécie de capim, com florzinhas bem miúdas nas pontas. A priprioca está entre as principais ervas aromáticas vendidas no estado do Pará, região norte do Brasil, para uso em banhos perfumados e fabricação de fragrâncias domésticas. O nome vem do tupi “piripiri”, junco pequeno, e “oca”, casa. Seu perfume é marcante e inusitado, um aroma tão único e fascinante que reúne, ao mesmo tempo, a riqueza da nossa mata e a força da tradição dos povos da floresta. Os produtos, que têm formulações enriquecidas com óleo essencial de priprioca, trazem esta fragrância repleta de encanto e sofisticação, com texturas inusitadas e únicas como seu perfume. Esta fragrância celebra de forma única e inovadora o caminho olfativo floral verde. Com frescor e leveza, sua nota floral verde opulenta é transformada em um floral fresco graças à delicadeza do muguet e ao toque aveludado do pêssego.

 

Neutralizar odores: É possível retirar um cheiro ruim do ambiente?

Antes de entender a eficácia de produtos de neutralização de odores é preciso entender o processo de formação de um cheiro no ambiente. O cheiro é propagado através de moléculas que ficam suspensas no ambiente e que vão se movendo de acordo com a força do ar (vento). Algumas destas moléculas possuem uma explosão maior e outras de menor sensibilidade. Cheiro de peixe fresco, fumaça de cigarro, plástico queimado ou gordura de alguns alimentos, por exemplo, exalam com imensa força e propiciam muitas vezes uma sensação bastante desagradável.
text3

Temos que lembrar também que, diferente de uma música em que para eliminar do ambiente bastaria apertar o botão OFF do seu rádio, o cheiro ruim passa por um processo de eliminação, até que seja totalmente eliminado.

E uma terceira informação que é importante ser ressaltada é sobre a acomodação olfativa. Muitas vezes o ambiente que propiciamos aos nossos clientes e colaboradores tem um cheiro bastante desagradável mas, por estar há certo tempo neste espaço, nós já nem sentimos mais aquele cheiro ruim e acabamos esquecendo que os novos visitantes podem apresentar total repulsa aquele odor.

Entendidas estas três premissas conseguimos sim esclarecer que existem produtos no mercado capazes de eliminar odores. O grande problema é, na verdade, que a maior parte dos produtos que encontramos com este tipo de anúncio são na verdade desodorizadores de ambientes. A diferença é que enquanto o neutralizador de odores quebra estas moléculas mal cheirosas o desodorizador simplesmente coloca uma fragrância de perfume, muitas vezes à base de solventes para que tenha uma explosão maior, e na verdade não realiza sua principal função, que seria a de eliminar o cheiro ruim. Logo, nesta segunda opção a medida que a fragrância vai sendo eliminada o ‘fedor’ volta, dando ainda mais trabalho.

Você já passou pela situação de passar um perfume depois de um dia inteiro trabalhando. Quem já passou por isso sabe que a situação fica ainda pior e logo vem a mente: “Seria melhor ter ficado sem o perfume mesmo!” Isso acontece porque nesta hora estamos misturando os dois cheiros: o cheiro que já havia se formado no corpo junto com o cheiro artificial do perfume e acabamos criando um terceiro odor.

Por isso, na hora de procurar um produto para neutralização de odores em seu ambiente é importante ler o rótulo e as especificações, para que não compre gato por lebre.