Aromas Brasileiros: Os aromas típicos da terra onde tudo que planta, dá!

brasO Brasil, considerado por muitos como o pulmão do mundo, por conta de nossa vasta área verde é, sem dúvidas, um grande produtor de matérias primas da indústria de perfumes e cosméticos.

O que talvez você não saiba é que nossa terra esconde aromas das mais diferente espécies, com nomes estranhos e propriedades singulares.

Nesta edição relacionamos algumas destas fragrâncias para que você as conheça:

Murumuru: É um coco avermelhado, com um caroço envolvido em uma polpa amarela comestível e adocicada. É originária da região amazônica e cresce espontaneamente nas matas do Pará. É encontrado ao longo dos ros e em áreas inundadas, em formações florestais densas ou semiabertas. O óleo essencial estraído da semente do murumuru pode ser utilizado em diversos produtos cosméticos, como cremes hidratantes e condicionadores capilares. Sua função aromaterapeutica é a de calmaria e de baixar resistências.

Andiroba: É uma uma grande árvore típica da amazônia brasileira, principalmente na área do baixo Solimões. A árvore de andiroba tem inúmeras proporiedades terapêuticas. Se multiplica na região das águas e ajuda a formar a copa da floresta alagável do Amazonas. Suas flores produzem uma agradável fragrância, perfumando as alturas e atraindo os pássaros. As casas, folhas e o óleo da semente são usados pela medicina popular. Com propriedades emolientes é muito utilizado na fabricação de hidratantes corporais. Sua fragrância é inspirada na força e no vigor. Sua função aromaterapeutica é a de convidar e fidelizar pessoas.

Capim Limão: Matinho cheiroso encontrado em cada cantinho do Brasil. É também conhecido como capim-santo e chá de estrada, tem propriedades calmantes, que reduzem a ansiedade e o estresse.  É difícil pensar que alguém não conheça o capim limão, mas talvez poucos conheçam os segredos de sua história.

Difundido no período colonial, ele era plantado à beira das estradas recém abertas, para evitar a erosão da terra.

O capim limão perfuma as casas brasileiras, seja através de abafados caseiros, preparados para aromatizar ambientes e amenizar problemas respiratórias, ou através de banho aromáticos e sachês. Há também quem o utiulize em rituais de purificação e para afastar “mau-olhada”, com a queima de suas folhas.

Piprioca: É o principal ingrediente de um bom banho de cheiro. Seu óleo essencial é extraído da raiz, gerando uma pequena quantidade do líquido raro e de aroma único. Nativa da Amazônia, a priprioca é uma espécie de capim, com florzinhas bem miúdas nas pontas. A priprioca está entre as principais ervas aromáticas vendidas no estado do Pará, região norte do Brasil, para uso em banhos perfumados e fabricação de fragrâncias domésticas. O nome vem do tupi “piripiri”, junco pequeno, e “oca”, casa. Seu perfume é marcante e inusitado, um aroma tão único e fascinante que reúne, ao mesmo tempo, a riqueza da nossa mata e a força da tradição dos povos da floresta. Os produtos, que têm formulações enriquecidas com óleo essencial de priprioca, trazem esta fragrância repleta de encanto e sofisticação, com texturas inusitadas e únicas como seu perfume. Esta fragrância celebra de forma única e inovadora o caminho olfativo floral verde. Com frescor e leveza, sua nota floral verde opulenta é transformada em um floral fresco graças à delicadeza do muguet e ao toque aveludado do pêssego.

 

Deixe uma resposta